Crimes da ditadura: Justiça Federal marca audiência para ouvir acusados do desaparecimento de Edgar Aquino Duarte

ustra-agencia-brasil

São réus no processo: Carlos Alberto Brilhante Ustra, Carlos Alberto Augusto (Carlinhos Metralha) e Alcides Singillo Por Thaís Barreto* A 9ª Vara da Justiça Federal marcou uma audiência no dia 5 de maio, às14h, para ouvir os réus acusados do “desaparecimento forçado” do marinheiro pernambucano Edgar Aquino Duarte. Foram intimados para depor os ex-agentes do …

Continue reading ‘Crimes da ditadura: Justiça Federal marca audiência para ouvir acusados do desaparecimento de Edgar Aquino Duarte’ »

Justiça Federal nega extinção da punibilidade para Carlos Alberto Brilhante Ustra

Foto: agencia-brasilA defesa do coronel reformado do Exército, Carlos Alberto Brilhante Ustra, apresentou uma petição pedindo a “extinção da punibilidade do réu” no caso do desaparecimento de Edgar Aquino Duarte em 1973. O pedido foi apresentado na 9ª Vara da Justiça Federal, em São Paulo, durante a última audiência.

O pedido apresentado pela defesa do réu foi negado com parecer do Ministério Público Federal Por Thaís Barreto A defesa do coronel reformado do Exército, Carlos Alberto Brilhante Ustra, apresentou uma petição pedindo a “extinção da punibilidade do réu” no caso do desaparecimento de Edgar Aquino Duarte em 1973. O pedido foi apresentado na 9ª …

Continue reading ‘Justiça Federal nega extinção da punibilidade para Carlos Alberto Brilhante Ustra’ »

Marighella: anistiado aos 100 anos

marighella

O Estado Brasileiro tem uma dívida de reconhecimento à toda população que resistiu à ditadura. O processo de “Justiça de Transição” se arrasta. Já completaram 48 anos do Golpe e 27 anos de regime democrático. Um dos primeiros procedimentos abraçados pelo governo brasileiro foi de reparação, que pode desencadear em um reconhecimento oficial de centenas …

Continue reading ‘Marighella: anistiado aos 100 anos’ »

Avanços na Democracia: a condenação de Ustra em dois aspectos

merlinoO processo avançou na área cível, mas a batalha promete ir além. A ex companheira do jornalista, Angela Maria Mendes de Almeida, afirmou neste sábado (30/6), durante um evento no Memorial da Resistência (antigo Dops), que a luta continuará na área criminal.

A condenação do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra a indenizar por danos morais a família do jornalista Luiz Eduardo da Rocha Merlino, assassinado durante a ditadura, inflamou avanços no processo de Justiça de Transição. Ele foi morto em 19 de julho de 1971 após espancamentos e torturas. O processo avançou na área cível, mas a …

Continue reading ‘Avanços na Democracia: a condenação de Ustra em dois aspectos’ »